terça-feira, janeiro 31, 2006

A Beleza do Corpo Humano (II)

A Beleza do Corpo Humano (I)

sexta-feira, janeiro 27, 2006

Publicidade...

quarta-feira, janeiro 25, 2006

Sabiam que...

O símbolo da mão, marca registrada da Hang Loose, originou-se no Hawaii, no tempo em que os reis eram escolhidos com base na sua coragem de surfar ondas gigantescas. Daí ser conhecido como o esporte dos reis'.

Conta a lenda que um desses reis, que havia perdido os três dedos do meio da mão direita em uma batalha, ao acenar para seu povo, durante a cerimônia de coroação, foi saudado de volta pelos seus súditos, que imitaram seu gesto. O gesto, que se propagou através das gerações e permanece até hoje, foi adotado tanto pelos nativos das ilhas havaianas, quanto por surfistas do mundo inteiro, como a forma 'oficial' de se cumprimentarem e transmitirem, ao mesmo tempo, boas vibrações, tranqüilidade e alegria uns aos outros.

terça-feira, janeiro 24, 2006

Lágrimas...


Presto aqui uma pequena homenagem a uma amiga que perdeu o pai no sábado passado...
Só consigo imaginar a tua dor, mas partilho o teu sofrimento.

segunda-feira, janeiro 23, 2006

Cavaco ganhou... e agora?

Há quem ache que "É um ataque à liberdade e à democracia, um mau prenúncio para os tempos que aí vêm" (Helena Roseta)

E vocês? o que acham?

sexta-feira, janeiro 20, 2006

Opinião precisa-se!!!

Caras Visionárias e Caros Visionários...
Em tempo de eleições, nada como um votozinho :)

O Noisiv diz que está farto deste blog...que só ele é que coloca cenas...que já nao ligo a isto...e abandonou-me - abandonou-nos...
Os motivos, desconfio, são mais profundos do que os que afirma!

(Mas não insisto, Noisiv! não te preocupes! Só não percebo! Foste tu o criador disto, eu apenas uma convidada e agora deixaste este blog nas minhas mãos!!!)


Tenho pena de deixar o blog ir abaixo porque acho que, além de estar visualmente muito interessante (na minha opinião, claro), pode ser um espaço para tudo aquilo que quisermos e para quem quiser (apesar de sempre termos discordado muito neste ponto).

Por outro lado, com todo o respeito que vocês, viosionárias e visionários, merecem tenho medo de não o conseguir manter como deveria: actualizado e com coisas interessantes - porque já não tenho tanto tempo livre como tinha e depois nem sempre tenho coisas fixes para dizer (como esta...mas enfim)

Então, preciso da vossa ajuda e do vosso voto (anónimo, assinado ou nem por isso - como preferirem!):

Este blog mantém-se ou extingue-se?

quinta-feira, janeiro 12, 2006

Faz hoje 30 anos que morreu...

...Agatha Christie (nascida em 15 de Setembro de 1890 e falecida em 12 de Janeiro de 1976, foi uma romancista policial britânica e autora de mais de 80 livros).

Criou os famosos personagens Hercule Poirot, Miss Marple, Tommy e Tuppence Beresford e Mr. Quin.

Biografia

Dame Agatha Mary Clarissa Christie é conhecida pelo mundo como a Rainha do Crime. Seus livros venderam mais de um bilhão de cópias em inglês com outro bilhão em línguas estrangeiras. Ela é autora mais publicada de todos os tempos em qualquer idioma, somente ultrapassada pela Bíblia e por Shakespeare. Ela é a autora de 80 romances de crime e coleções de pequenas histórias, 19 peças e seis romances escritos sob o nome de Mary Westmacott.
Agatha começou a escrever sob influência de sua mãe, que a incentivou a criar um conto, enquanto Agatha estava com um forte resfriado e de cama. Ela chegou a duvidar de sua capacidade, mas conseguiu. Continuou escrevendo encorajada por Eden Phillpotts, um teatrólogo amigo da família. Quando já estava famosa, disse que durante muitos anos se divertiu escrevendo histórias melancólicas em que a maioria dos personagens morria.
O primeiro romance de Agatha Christie, O Misterioso Caso de Styles, foi escrito ao final da Primeira Guerra Mundial, na qual ela serviu como enfermeira. Nele criou Hercule Poirot, o pequeno detetive belga que mais tarde se tornaria o personagem de crimes de ficção mais popular desde Sherlock Holmes. Foi publicado em 1920.
Em 1926, após uma média de um livro por ano, Agatha Christie escreveu sua obra-prima. O Assassinato de Roger Ackroyd foi o primeiro de seus livros a ser publicado pela editora Collins e marcou o início de um relacionamento autor-publicador que durou 50 anos e 70 livros. O Assassinato de Roger Ackroyd também foi o primeiro dos livros de Agatha Christie a ser dramatizado – sob o nome de Álibi – e a fazer sucesso na West End de Londres. A Ratoeira, sua mais famosa peça, abriu em 1952 e é a peça de maior duração em cartaz da história.
Agatha Christie tornou-se Dama na Ordem do Império Britânico em 1971. Ela morreu em 1976, e desde então vários livros seus foram publicados pós-morte: o romance de sucesso Um Crime Adormecido apareceu mais tarde naquele ano, seguido por sua auto-biografia e a coleção de pequenas histórias Os Casos Finais de Miss Marple, Problem at Pollensa Bay e Enquanto Houver Luz. Em 1998, Café Preto foi a primeira de suas peças a ser adaptada para o teatro por outro autor, Charles Osborne.

Controvérsia

Ela já sofreu muito com vários fatos que ocorreram durante sua vida, incluindo a separação de seu primeiro marido, Archibald Christie, que, irritado em voltar para casa e sempre encontrar a esposa datilografando com os três dedos em cada mão, tentava arrumar outras coisas para fazer fora de casa, e foi aí que ele conheceu Tessa Neele, uma mulher mais jovem que Agatha e acabou tornando-se amante dela e depois resolveu revelar tudo e pediu o divórcio, fato que chocou muito a escritora, que sofreu mais ainda ao saber que sua mãe havia falecido, e acabou caindo em desespero. Então ela desapareceu.
O desaparecimento da autora foi noticiado nos jornais na época e a tensão aumentou ao encontrarem seu carro com uma porta aberta à beira de um lago, sem nenhum bilhete ou qualquer indício que poderia indicar o paradeiro de Agatha. Chegou-se a pensar em rapto, assassinato e suicídio. Então foi feita uma grande busca, organizada pela polícia, para encontrá-la, sendo que um maestro identificou uma foto com a autora no jornal e disse que a havia visto em um hotel e que tinha se unido à sua orquestra para cantar e dançar. No hotel ela estava registrada com o nome de Tessa Neele, a amante de seu ex-marido. Disseram que Agatha estava sofrendo de amnésia por esgotamento nervoso. Intensamente cercada pela imprensa, desenvolveu uma grande aversão por jornalistas. Até hoje não se sabe ao certo por que ela fez aquilo, se foi uma atitude de desespero ou um simples golpe publicitário.
Um de seus livros, entitulado "O Caso dos Dez Negrinhos" é um dos preferidos pelos leitores e causou muita polëmica na época em que foi escrito devido ao título. Mesmo assim, é muito aclamado pela crítica e pelos leitores.

sexta-feira, janeiro 06, 2006

Desculpas

As minhas mais sinceras desculpas a vocês que aqui vêm (quem mesmo???). Com as ferias natalicias e com o fecho do ano, as coisas não têm estado faceis... prometemos retomar a emissão assim que possivel.

Obrigado.