quarta-feira, novembro 30, 2005

Bom fim de Semana!

4 dias...
hum...
nice :)

Máscaras


Todos nós representamos vários papéis ao longo da nossa vida e até podemos dizer que grande parte deles é representada na mesma fase da vida, cada um no seu contexto:
o papel de profissional responsável no trabalho,
o papel de filho/a certinho/a à frente dos pais,
o papel de amigo/a engraçado/a e divertido/a no grupo do café,

o papel de companheiro/a junto do/a respectivo/a...
...e muitos outros...

São máscaras que não fazem de nós falsos, apenas sobreviventes num mundo onde é preciso um adaptar constante a regras, a outros intervenientes, a realidades completamente diferentes umas das outras.

Mas então, qual de nós é o verdadeiro eu?
Tirando as máscaras todas, o que sobra? Sobrará alguma coisa?
Seremos nós apenas o resultado de várias máscaras?

E tu? Quantas máscaras tens?
Aquilo que conheço...será o teu eu ou apenas (mais) uma máscara?
Que máscara é a mais próxima do teu eu?

segunda-feira, novembro 28, 2005

Último grito em terrorismo!!!!!

sexta-feira, novembro 25, 2005

Musica de 6ª-feira à tarde



Break The Chain
Gene Loves Jezebel


It's just an illusion, a trick, a trick of the light
what you now see is really out of sight
It's dark, it's evil, possessive and kind
Something that you give me keeps me alive

Both ends burning, burning so bright tonight
And my world keeps turning, turning inside out

And I can't break the chain
I've gotta break the chain
I'm trying to break the chain
God help me break the chain

I'm winning, I'm losing before I start
I pull myself together as I fall apart
I'm wise, so foolish perceptive and blind
Something that kills me keeps me alive

Both ends burning, burning so bright tonight
And my world keeps turning, turning inside out

And I can't break the chain
I've gotta break the chain
I'm trying to break the chain
God help me break the chain

There's no rhyme no reason
to what I do
I just live my life before I lose
I give, I take, I throw it all away
Pick myself up and I start all over again

Both ends burning, burning so bright tonight
And my world keeps burning, turning upside out

And I can't break the chain
God help me break the chain
I wanna break the chain
please help me break the chain. . . .

quinta-feira, novembro 24, 2005

Votem no Vieira!

quarta-feira, novembro 23, 2005

Novo modelo de estendal ou Trofeus?

terça-feira, novembro 22, 2005

Perguntaram a Buda

"O que mais te surpreende na HUMANIDADE??"

E ele respondeu:
" OS HOMENS.

Porque perdem a saúde para juntar dinheiro,
depois perdem dinheiro para recuperarem a saúde.
E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem-se do presente
de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro,
e vivem como se nunca fossem morrer
e morrem como se nunca tivessem vivido!"

segunda-feira, novembro 21, 2005

Como é...??

Se o porco só tem 4 pernas… já pensaste de onde vem o Fiambre da Perna Extra?

sexta-feira, novembro 18, 2005

Hoje é...

À espera... À espera...

quinta-feira, novembro 17, 2005

Darwin

quarta-feira, novembro 16, 2005

134 anos depois...

«O país perdeu a inteligência e a consciência moral.
Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada, os carácteres corrompidos.
A prática da vida tem por única direcção a conveniência.
Não há princípio que não seja desmentido.
Não há instituição que não seja escarnecida.
Ninguém se respeita.
Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos.
Ninguém crê na honestidade dos homens públicos.
Alguns agiotas felizes exploram.
A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.
O povo está na miséria.
Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente.
O Estado é considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.
A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências.
Diz-se por toda a parte: O país está perdido!»

Eça de Queirós (1871)
primeiro número d'As Farpas.

Tá um espectaculo

terça-feira, novembro 15, 2005

Nokia Special "Cova da Moura"

quarta-feira, novembro 09, 2005

O menino Joãozinho

O menino João não estava a perceber muito bem a matéria de Filosofia: a lógica. Então pediu a um amigo que lhe desse explicações. Vai o amigo:
- É pá... isto é o mais fácil que pode existir. Vou-te dar um exemplo: Tens peixes em casa?
- Tenho.
- Então se tens peixes em casa tens um aquário, pá isso é que é lógica. Outro exemplo: Gostas de mulheres?
- Sim.
- Então pronto pá, se gostas de mulheres não és paneleiro. Isso é lógica, pá. É bué fácil.
Lá vai o João todo contente ter teste de Filosofia e, quando chega à sala, o companheiro de carteira diz-lhe:
- É pá, não estou a perceber nada da matéria. Podias-me explicar agora rapidamente, assim uma parte da lógica?
- É bué fácil. Queres ver... vou dar um exemplo: Tens peixes em casa?
- Não.
- Então pronto pá, és paneleiro.

terça-feira, novembro 08, 2005

O QUE É O AMOR?

Esta foi a pergunta feita a um grupo de crianças de 4 a 9anos, durante uma pesquisa feita por profissionais de educação e psicologia. Eis algumas das respostas:

"Amor é quando alguém te magoa, e tu, mesmo muito magoado, não gritas, porque sabes que isso fere os sentimentos da outra pessoa."
Mathew, 6 anos.

"Quando minha avó ficou com artrite, e deixou de poder dobrar-se para pintar as unhas dos pés, o meu avô passou a pintar as unhas dela, apesar de ele também ter muita artrite."
Rebecca, 8 anos.


"Amor é quando uma menina põe perfume e o menino põe loção pós-barba, depois saem juntos e se cheiram um ao outro."
Karl, 5 anos.

"Eu sei que minha irmã mais velha me ama porque ela dá-me todas as roupas velhas e tem que sair para comprar outras."
Lauren, 4 anos.

"Amor é como uma velhinha e um velhinho que ainda são muito amigos, apesar de se conhecerem há muito tempo."
Tommy, 6 anos

"Quando alguém te ama, a forma de dizer o teu nome é diferente..."
Billy, 4 anos.

"Amor é quando tu sais para comer e ofereces as tuas batatinhas fritas sem esperar que a outra pessoa te ofereça as batatinhas dela."
Chrissy, 6 anos.

"Amor é quando minha mãe faz café para o meu pai e toma um gole antes, para ter certeza que está ao gosto dele." Danny, 6 anos.

"Se queres aprender a amar melhor, deves começar com um amigo de quem não gostas."
Nikka, 6 anos.

"Quando contas a alguém alguma coisa feia sobre ti próprio, e ficas com medo que essa pessoa por causa disso deixe de gostar de ti, ai ficas mesmo surpreendido, quando descobres que não só te continuam amando, como ainda te amam mais!"
Samantha, 7 anos.

"Amor é quando a nossa mãe vê o nosso papai chegar suado e mal cheiroso,e ainda diz que ele é mais bonito que o Robert Redford!"
Chris, 8 anos.

"Quando amas alguém, os teus olhos sobem e descem, e pequenas estrelas saem de ti!"
Karen, 7 anos.

"Amor é quando o teu cão te lambe a cara, mesmo depois de o teres deixado sózinho o dia inteiro."
Mary Ann , 4 anos.

Dá o que pensar...
...por exemplo, que vamos ficando mais burros com idade :)

Para quem gosta de viajar... util

sexta-feira, novembro 04, 2005

O outro lado da moeda...

quinta-feira, novembro 03, 2005

Valerá mesmo a pena...

...a diversidade?
...a quantidade?
...a acessibilidade?
...pelo preço que pagamos?

Divulguem, s.f.f

Se puderem não se esqueçam de comprar a revista Visão de 03 a 08/11, esta semana, que traz o livro "Portugal pelos Cães".
O valor deste livro reverte a favor dos animais abandonados.

OBRIGADA a todos!

Tou sim senhor...



O
Benfica não ganhou e isso deixa-me deveras triste...

quarta-feira, novembro 02, 2005

We're back...

Depois de uma pausa para recuperar forças... voltámos.

"Oh não!!!" é o que me atravessa a mente neste momento... mas nada de stresses... O Benfica ganha logo ;)